A quarta edição do Congresso tem como tema "Os impactos da psicologia na sociedade brasileira: a política da ciência e da profissão"

A vice-presidenta da Fenapsi, Shirlene Queiroz, participa nessa quarta-feira (19) da mesa de abertura do IV Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão. Mais de 10 mil estudantes e profissionais estão inscritos no evento realizado pelo Fórum de Entidades Nacionais da Psicologia Brasileira (FENPB) que segue até domingo (23).

O FENPB é composto por 22 entidades de âmbito nacional, que são científicas, profissionais, sindicais e estudantis. O Fórum foi criado a partir de discussões dos Congressos Nacionais da Psicologia e é a materialização de uma lógica de organização e representação da Psicologia no Brasil, que procura garantir que cada entidade seja respeitada e tenha voz ativa nas discussões que envolvem a categoria e, ao mesmo tempo, o fortalecimento do espaço coletivo.

Nesta quarta edição, com o tema ‘Os impactos da psicologia na sociedade brasileira: a política da ciência e da profissão’, o congresso tem como objetivo dialogar, refletir e avançar na discussão do papel da Psicologia, enquanto ciência e profissão, para o desenvolvimento das diferentes áreas e setores da sociedade brasileira.

O ‘Congressão’, como carinhosamente é chamado desde sua primeira edição em 2002, já se consolidou como o maior encontro de psicólogos, estudantes, professores e pesquisadores da Psicologia brasileira.

O evento foi proposto considerando três eixos: (1) Psicologia e Sustentabilidade: cidadania, diversidade e modelos sociais; (2) Psicologia, formação e práticas profissionais na construção de projetos ético-políticos; e (3) Psicologia e Políticas Públicas no enfrentamento das desigualdades sociais.

Com informações da FENPB.