Novo manifesto pedindo a derrubada do veto deve ser assinado e enviado aos parlamentares clicando aqui

O Congresso Nacional se reúne às 11 horas dessa quarta-feira, 11, para analisar nove vetos presidenciais que trancam a pauta, entre eles o 31/2014, referente ao PL 30 Horas da Psicologia. A última sessão do Congresso Nacional, conjunta entre senadores e deputados federais, que apreciaria os vetos no dia 3 de março, foi cancelada.

Além do veto 31/2014, o veto ao reajuste na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física, o mais polêmico, também está na pauta e impede a votação do Orçamento 2015, que pode ser apreciado logo após a análise dos vetos. Há, ainda, uma matéria que será apreciada na mesma sessão sobre a qual os parlamentares não conseguem entrar em acordo. Trata-se do projeto de resolução que regulamenta a cédula eletrônica, justamente para a apreciação dos vetos presidenciais (PRN 1/2015). A discussão foi iniciada em 24 de fevereiro, mas a definição acabou adiada por divergências quanto à forma de votação de destaques.

Sucessão de adiamentos

O Congresso Nacional havia adiado, no dia 24 de fevereiro, a votação dos vetos para o dia 3 de março. Entretanto, na sexta-feira, 27 de fevereiro, ocorreu novo adiamento e a votação aconteceria na quarta-feira, 4 de março, mas a Presidência da Casa desistiu e transferiu novamente a data para o dia 3, o que não ocorreu devido ao cancelamento da sessão.

Um novo manifesto foi preparado para que todas e todos assinem e enviem aos parlamentares no esforço de convencimento sobre a importância do PL 30 Horas. Clique aqui para assinar o manifesto e enviar.

Mobilização

A Fenapsi convoca mais uma vez representantes da categoria de todos os estados e lideranças sindicais para que se desloquem até Brasília para pressionar o Congresso Nacional na próxima quarta-feira, 11. Diretores da Federação estarão percorrendo mais uma vez os gabinetes em um trabalho de convencimento dos parlamentares.

O tempo que foi ganho com o adiamento deve ser aproveitado. Convocamos a categoria e apoiadores da causa para que intensifiquem imediatamente as ações nas redes sociais utilizando a hashtag #derrubeoveto31, e publicando e compartilhando inúmeras vezes nas redes sociais vídeos, matérias, notas e manifestos. No caso de compartilhamento no Facebook, é importante copiar o texto e colar, mesmo que se torne repetitivo, para que a informação apareça em destaque na Linha do Tempo.

Todos devem tuitar, postar e compartilhar o maior número de mensagens possíveis utilizando a hashtag #derrubeoveto31 em novos posts, evitando o seu uso apenas nos comentários dos posts de terceiros, o que dificulta a contabilização e visibilidade da tag. Colabore, mesmo que não possa estar presente em Brasília, para fazer o Congresso Nacional nos ouvir por meio da repercussão na rede que será desencadeada pela luta e união da categoria.

VAMOS À LUTA POR 30 HORAS JÁ! #derrubeoveto31

Com informações da Agência Senado e da Agência Câmara Notícias