A presidenta da Fenapsi, Fernanda Magano, participará do Ato em São Paulo, e dirigentes da Federação vão marcar presença em outras capitais

A Fenapsi vai participar do Ato Nacional contra a retirada de direitos, em defesa dos direitos da classe trabalhadora, da Petrobras e da Reforma Política. A manifestação acontece nessa sexta-feira, 13 de março, em todo o Brasil.

Em São Paulo o Ato será realizada na avenida Paulista, às 15 horas, em frente ao prédio da Petrobras, e a presidenta da Fenapsi, Fernanda Magano, estará presente. Outros dirigentes da Federação participarão de atos em seus estados. A categoria está convocada em todo o Brasil para que participe em suas cidades.

A Fenapsi defende a manutenção da ordem democrática com respeito ao resultado das eleições, assim como mudanças no sistema eleitoral e partidário, com plebiscito sobre uma Constituinte Exclusiva e Soberana para essa tarefa, como resposta aos desafios da crise política enfrentada pelo país.

Está, ainda, entre as reivindicações da Fenapsi a suspensão das medidas que o atual governo tomou na redução de direitos trabalhistas, como é o caso do seguro-desemprego e das pensões.

Participe e Mobilize!

Confira as pautas do ato

·         Defesa de um Plebiscito sobre a Constituinte Exclusiva e Soberana para reforma do sistema político

·         Defesa da Petrobrás, que corresponde a 13% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, como empresa pública garantindo assim a soberania nacional e o emprego dos petroleiros, além do controle das reservas

·         O fim das Medidas Provisórias (MP´s) 664 e 665, que alteram direitos da classe trabalhadora

Confira os locais de manifestação em todo o Brasil

ACRE: Rio Branco - em frente ao Palácio - 9h

ALAGOAS: Maceió - Praça Sinimbú - 9h

AMAPÁ: Macapá – Praça da Bandeira – 8h

AMAZONAS: Manaus – Praça da Polícia – 15h

BAHIA: Salvador - Caminhada saindo do Campo Grande - 15h / Itaigara – Ato em frente ao prédio da Petrobrás - 7h

CEARÁ: Fortaleza - Praça da Imprensa - 8h

DISTRITO FEDERAL: Brasília - Rodoviária - 17h

ESPÍRITO SANTO: Vitória – Em frente à Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - 16h30

GOIÁS: Goiânia - Coreto da Praça Cívica - 10h

MARANHÃO: São Luis – Praça João Lisboa - 15h

MATO GROSSO: Cuiabá -Praça da República – 11h

MATO GROSSO DO SUL: Campo Grande - Praça do Rádio - 9h

MINAS GERAIS: Belo Horizonte - Praça Afonso Arinos - 16h

PARÁ: Belém - Praça da República - 15h

PARAÍBA: João Pessoa - Em frente ao Cassino da Lagoa - 15h

PARANÁ: Curitiba - Praça Santos Andrade - 17h

PERNAMBUCO: Recife - Parque 13 de Maio, Santo Amaro - 7h

PIAUÍ: Praça da Liberdade, Teresina – 15h

RIO DE JANEIRO: Rio de Janeiro - Cinelândia - 15h

RIO GRANDE DO NORTE: Natal - em frente à Catedral - 16h

RORAIMA: Seminário das 18 às 22 horas, no auditório da CUT/RR

SANTA CATARINA: Florianópolis - em frente à Catedral - 14h

SÃO PAULO: Avenida Paulista nº 901 – em frente ao prédio da Petrobrás - 15h

SERGIPE: Aracaju - Praça Camerino - 14h

TOCANTINS: Concentração no Posto do Trevo 2 - 15h30