Fenapsi lamenta o falecimento do ex-diretor do SinPsi-SP Marcos Colen


colen fenapsi 

A Federação Nacional das/os Psicólogas/os lamenta o falecimento do psicólogo militante da Luta Antimanicomial e ex-diretor do Sindicato das/os Psicólogas/os de São Paulo (Sinpsi-SP), Marcos Aurélio Colen Leite. Ele faleceu na madrugada da segunda-feira, 31 de julho de 2017, vítima de um acidente automobilístico, em Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo.

Colen foi uma referência na militância da Luta Antimanicomial. Ele participou, em 1987, da assinatura da Carta de Bauru, documento editado a partir do II Congresso Nacional dos Trabalhadoras/es em Saúde Mental. O evento foi um marco histórico, pois além da carta foi criado o termo “Luta Antimanicomial”.

De semblante doce, com a fala calma e pausada, Marcos Colen escondia por trás de um sorriso fácil o histórico trágico da família, vítima da ditadura civil-militar. O irmão mais velho, Eduardo Colen Leite, conhecido como Bacuri, foi um dos mais ativos militantes contra o regime e um dos mais torturados pelos militares. Faleceu em 8 de dezembro de 1970, após 109 dias de tortura extrema. Hoje Bacuri é o nome de um Centro de Convivência Comunitária da Saúde Mental (CECCO), na Pompeia, bairro da zona oeste paulistana, conforme informa a página do SinPsi-SP.

Ainda segundo o SinPsi-SP, Colen foi dirigente sindical por dois mandatos no sindicato paulista. Ele era presença certa em ações pelos Direitos Humanos e pela Saúde Mental, como as Conferências de Saúde Mental do Controle Social e o Congresso de Fundação da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme), em 2007. Também foi coordenador da Câmara Técnica de Saúde Mental SP e Conselheiro do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-SP).

Marcos Colen tinha 60 anos e, nos últimos três, trabalhou no primeiro Centro de Atenção Psicossocial (Caps) II de Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Era a realização de um sonho ver o serviço naquela cidade, que cresceu às voltas de um dos maiores hospitais psiquiátricos do Brasil, o Juquery.

O corpo foi velado no velório municipal de Vinhedo (Av. das Saudades, s/n, Jardim Alves Nogueira). O sepultamento ocorreu na manhã desta terça-feira, 1º de agosto de 2017, às 10h, no Cemitério Municipal de Vinhedo, bem ao lado do local do velório.

Marcos Colen, presente!

Acessos: 339

Endereço e Telefones

(31) 3295-2404
Rua Tomé de Souza, 860, sala 104, Funcionários
Belo Horizonte / Minas Gerais - CEP 30140-909
fenapsi@veloxmail.com.br

© 2017 Fenapsi. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por SiteSindical

Search

Acesso Restrito